♥ Monte Castelo ♥

Postado por Jaqueline Amorim | 14:01 | 4 comentários »

Monte Castelo

Legião Urbana

Composição: Renato Russo (recortes do Apóstolo Paulo e de Camões).

Ainda que eu falasse
A língua dos homens
E falasse a língua do anjos
Sem amor, eu nada seria...

É só o amor, é só o amor
Que conhece o que é verdade
O amor é bom, não quer o mal
Não sente inveja
Ou se envaidece...

O amor é o fogo
Que arde sem se ver
É ferida que dói
E não se sente
É um contentamento
Descontente
É dor que desatina sem doer...

Ainda que eu falasse
A língua dos homens
E falasse a língua dos anjos
Sem amor, eu nada seria...

É um não querer
Mais que bem querer
É solitário andar
Por entre a gente
É um não contentar-se
De contente
É cuidar que se ganha
Em se perder...

É um estar-se preso
Por vontade
É servir a quem vence
O vencedor
É um ter com quem nos mata
A lealdade
Tão contrário a si
É o mesmo amor...

Estou acordado
E todos dormem, todos dormem
Todos dormem
Agora vejo em parte
Mas então veremos face a face
É só o amor, é só o amor
Que conhece o que é verdade...

Ainda que eu falasse
A língua dos homens
E falasse a língua do anjos
Sem amor, eu nada seria...

4 comentários

  1. Humberto // 29 de janeiro de 2008 09:23  

    Paulo não escreveu sobre o conceito
    de amor registrado pelo Renato Russo. Nem tampouco no sentido de Camões.
    Por isso essa música é mistura de água e vinho. Ver I Cor 2.14-5.

  2. Jaqueline Amorim // 12 de fevereiro de 2008 18:26  

    Agradeço por seu comentário Humberto mas, especifiquei bem, que se tratavam de recortes. Na definição do Dicionário Aurélio temos:

    *recorte: Ato ou efeito de recortar.
    *recortar: Separar, cortando.

    Vejamos o poema de Camões:

    *Amor é um fogo que arde sem se ver*

    Amor é um fogo que arde sem se ver,
    É ferida que dói, e não se sente;
    É um contentamento descontente,
    É dor que desatina sem doer.

    É um não querer mais que bem querer;
    É um andar solitário entre a gente;
    É nunca contentar-se de contente;
    É um cuidar que ganha em se perder.

    É querer estar preso por vontade;
    É servir a quem vence, o vencedor;
    É ter com quem nos mata, lealdade.
    Mas como causar pode seu favor
    Nos corações humanos amizade,
    Se tão contrário a si é o mesmo Amor?

    Vejamos ainda I Cor.13:1

    "Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine."

    Nitidamente observa-se que existem sim, recortes (segudo definição do Dicionário Aurélio), na música de Renato Russo. O que ocorre é que Renato, muito sabiamente, fez uma montagem com versos já existentes para criar um novo poema e que se tornou essa canção belíssima.

  3. Humberto // 16 de fevereiro de 2008 18:26  

    Claro que a música é um recorte com frases de Russo combinadas àquelas que foram trazidas de Luís de Camões e Paulo. Isso é o óbvio ululante. Mas o que me interessa observar não é a forma, mas sim os conceitos que enraízam a motivação de cada autor.

    Por certo que o Russo tinha o tão mistificado "direito poético" para recortar o que quiser, confundir alhos com bugalhos e misturar os insolúveis.

    Só fiz chamar a atenção para a curiosidade da música, que combina o lirismo apaixonado do autor lusitano, com a percepção paulina de que não basta ter fé ou disposição, mas é preciso que a relação do homem com Deus seja estabelecida por um sentimento mais profundo que o ordinário legalismo religioso tão proclamado nos dias que correm.

    De fato, dona moça, existe um ponto de interseção entre os dois autores, muito embora o objetivo de suas mensagens seja discrepante. Para encontrar o ponto de contato, basta pensar o amor em sua abstração.

    (Aliás é o que você está tentando fazer no blog, não é? Mesmo que à sua maneira, como não poderia deixar de ser.)

    Paz pra você.

  4. Jaqueline Amorim // 24 de fevereiro de 2008 06:14  

    Obrigada Humberto por esta análise tão profunda... Agradeço suas postagens eu meu blog, que ultimamente anda meio abandonado por mim. Nesse blog eu escrevo sobre mim e posto músicas que eu gosto somente. Eu gosto de Renato Russo, por isso coloquei a letra aqui... Espero que as próximas músicas causem polêmica também...rsrsrsrsrs