Lenda Árabe

Postado por Jaqueline Amorim | 13:06 | 21 comentários »

Diz uma antiga lenda árabe que dois amigos viajavam pelo deserto e em um determinado ponto da viagem discutiram. O outro, ofendido, sem nada dizer, escreveu na areia:

HOJE, MEU MELHOR AMIGO BATEU-ME NO ROSTO.

Seguiram viagem e chegaram a um oásis onde resolveram banhar-se. O que havia sido esbofeteado começou a afogar-se sendo salvo pelo amigo.
Ao recuperar-se, pegou um estilete e escreveu numa pedra:

HOJE, MEU MELHOR AMIGO SALVOU-ME A VIDA.

Intrigado, o amigo perguntou:
- Por que depois que te bati, você escreveu na areia e agora escreveu na pedra? Sorrindo, o outro amigo respondeu:
- Quando um grande amigo ofende-nos, devemos escrever na areia, onde o vento do esquecimento e do perdão encarregam-se de apagar; porém, quando nos faz algo grandioso, devemos gravar na pedra, onde vento nenhum do mundo poderá apagar...



Não espere...

Postado por Jaqueline Amorim | 18:47 | 16 comentários »

Não espere um sorriso para ser gentil...
Não espere ser amado para amar...
Não espere ficar sozinho, para reconhecer o valor de quem está ao seu lado...
Não espere ficar de luto, para reconhecer hoje quem é importante para você...
Não espere o melhor emprego para começar a trabalhar...
Não espere a queda para lembrar-se do conselho...
Não espere a enfermidade para lembrar-se o quão frágil é a vida...
Não espere ter dinheiro aos montes, para então contribuir...
Não espere por pessoas perfeitas para então se apaixonar...
Não espere a mágoa para pedir perdão...
Não espere a separação para buscar a reconciliação...
Não espere elogios para acreditar em si mesmo...
Não espere a dor para acreditar em oração...
Não espere o dia de sua morte sem antes... AMAR A VIDA!

Seja sempre você! Autêntico e único!


(Autor Desconhecido)



Exposição Agropecuária de Itaperuna

Postado por Jaqueline Amorim | 18:33 | 17 comentários »

É... Todo ano aqui em Itaperuna é comemorado o aniversário da cidade. Este ano Itaperuna comemorou 119 anos no dia 10 de maio. É uma cidade bem nova ainda e para comemorar este feito ocorre neste período a Exposição Agropecuária de Itaperuna e os donos de gados da região levam seus premiados para exporem no parque da Capil. Neste período de quatro a cinco dias de festa o maior acontecimento não são os bois não! (Modéstia a parte, eu vejo boi pastando todo dia!). O povo entra em alvoroço, compra roupa nova, ajeita o cabelo e dá um trato no visú devido à festa que traz cantores famosos (fato raro por aqui). Este ano vieram Calcinha Preta, Cidade Negra e Bonde do Forró. Eu até que gosto de um forrozinho mas só fui um dia: Cidade Negra é claro! Dei uma parada nas atividades do blog, e fui para a festa! Acontecimentos como estes não podem ser desperdiçados, não é todo dia que tenho a chance de assistir Cidade Negra sem pagar nem um centavo! O show foi 0800... Foi um luxo e eu fui para lá com uma turminha pequena. Confira na foto:



Só tenho a dizer que adorei e o Toni (para os íntimos, rsrsrs) canta muito! Parecia até que eu estava ouvindo um destes CD's acústicos. Já tive muita decepção com cantores que eu considerava bons e que, no entanto, cantando ao vivo são uma negação... Este aí valeu a pena! Eu bem que tentei tirar uma foto do palco mais estava impossível! O máximo que consegui foi isto:

Eu juro para vocês que este de camisa branca é o Toni Garrido! Afff... Ficou escuro não é? Mas é isso... Este foi meu final de semana diferente do normal! E este ano eu não comprei maçã do amor... Que pena! Talvez ano que vem... :(


Eita! Loucura!

Postado por Jaqueline Amorim | 17:30 | 2 comentários »

Receber visita é bom mas cannnnnnnnnnnsa! E pensar que este mês estive toda enrolada por causa de uma visitante ilustre: minha vó que veio lá de Bacabau no Maranhão para nos visitar... Pois é, mas quem já tem o tempo contado para tudo passou a ter o tempo mais escasso ainda: eu!
Meu blog o Super DicaSSS graças à Deus está indo de vento em poupa e eu fui convidada a ser colunista em um outro blog que aborda temas relacionados a saúde, bem estar e vida saudável: O My Blog Health. Olha que este blog vem crescendo rápido, tanto que está em primeiro lugar no top 10 de blogs do catálogo de blogs. Nossa! Foi emocionante saber disso, mas com minha vó aqui em casa tive que diminuir o ritmo e o número de postagens nos blogs. Fica difícil conciliar trabalho, blogs e família ainda mais que a minha vó veio de tão longe para nos ver e eu precisava dar toda a atenção à ela. Passou o mês quase todo aqui e na hora de ir para o Rio marcar sua passagem de volta para o Maranhão passei o King Kong do ano: ela já havia até entrado no ônibus para ir embora quando descobrimos que sua passagem estava marcada para dia 21 e não para dia 19 (dia em que o fato King Kong ocorreu). Conclusão: Volta todo mundo para casa pois já não haviam mais passagens naquele dia para o Rio, huashuashuashuas... Bom, ela se foi e chegou meu pai. Amanhã ele deve ir embora e minha vida pacata volta a ser pacata. Poucas emoções e um tempo maior para produzir mais para os blogs... Fora a falta de tempo para os blogs, não reclamo de nadinha! Foi muito bom de mais da conta receber essas duas pessoinhas que eu amo de montão!!!! É isso! Bom feriadão a todos! Bjs!!!!!!

Vida Corrida!!!

Postado por Jaqueline Amorim | 19:52 | 11 comentários »

Eu havia começado o projeto de um novo blog destinado a downloads de livros... Eu linkava todos os livros que achava pertinentes e interessantes para este blog onde as pessoas poderiam ter acesso com mais facilidade porém, em conversa com um amigo blogueiro, ele levantou a hipótese de eu ser vista como alguém que faz apologia à pirataria. Nunca pensei assim, acredito que a cultura e a informação devem ser disseminadas de alguma forma e infelizmente, neste país, as pessoas não tem muita opção de escolha: ou comem e pagam suas contas ou compram livros...

A minha intenção era das melhores, mas depois de refletir muito nestas palavras que martelaram a minha cabeça por dois dias, resolvi usar o bom senso e deletei o meu blog Super Dica$$$-Livros! Certo pelo errado, é melhor eu não me meter em confusões e desacertos descabidos, mas o Super Dica$$$ está indo de vento e poupa! Espero continuar encontrando tempo para fazer postagens nele e agradecendo o carinho de todos os que fazem os seu comentários lá. Estou exausta, mas adoro responder as mensagens que recebo...Não deixo de responder nenhuma e sempre visito os blogs de meus companheiros de blogosfera...

Tenho deixado este blog sobre mim abandonado, até porque as atividades são muitas: trabalhar, trabalhar e trabalhar... A sim! Nas horas vagas, blogar!

Estou pensando em fazer uma nova faculdade (ainda estou pensando se faço informática ou contabilidade mas até o fim do ano eu resolvo), quando eu começar a faculdade o tempo ficará mais excasso... Fui no show do Cezar Menotti e Fabiano na semana passada e foi bom demais! Adorei! Pena que ele - o Cézar Menotti- passou mal e foi internado no hospital aqui e tudo (Tadinho! Não está acostumado com este calor que faz aqui!)... Enfim, acho que consegui fazer um resumão básico deste período que fiquei ausente daqui... No mais, estarei no Super Dica$$$... Até a próxima!


Eu sei! Eu sei!

Postado por Jaqueline Amorim | 20:48 | 4 comentários »

Ultimamente tenho deixado este blog meio de lado... Abandonado... É que não tenho tido muito o que falar de mim mesma a não ser que estou me dedicando muito au meu outro Blog: Super Dicasss - no qual tenho depositado não coisas sobre mim, mas dicas a respeito de tudo.

Tenho postado os sites que estão na minha barra de favoritos para compartilhar com todos os melhores locais para baixar músicas, conseguir gifs, templates...

Tenho dado informações sobre alimentação, vou postar outros assuntos também que ainda estão em desenvolvimento por mim e que requerem tempo. Assim que eu conseguir me desatolar de tudo eu volto a falar mais de minha vida aqui...

Enquanto isso, se não tiver nenhuma postagem nova aqui, com certeza terá no Super Dicasss. Estou trabalhando muito e isso me deixa sem tempo também!!! Mas, Graças á Deus eu trabalhar né?! não estou reclamando não! É isso! Fiquem com Deus e Boa noite a todos!!!


♥ Classificados ♥

Postado por Jaqueline Amorim | 18:56 | 7 comentários »

“Procura-se um amor. Mas não qualquer amor. Um amor que considere as necessidades abaixo.

Procura-se um amor que goste de amar sem motivo, pelo simples prazer de amar.

Procura-se um amor que goste de dormir aconchegado, com um perna por cima da sua e tendo seus cabelos enrolados durante a noite inteira, com risco de nozinhos para tirar pela manhã.

Procura-se um amor que goste de arrumar contas em fichários, que goste de fazer listinhas de coisas a fazer e a comprar. E que mesmo que eu esqueça de falar, traga meu pacotinho de jujuba.

Procura-se um amor que goste de quem eu gosto como gosta de mim, pois será igualmente gostado por quem eu gosto e por quem gosta de mim.

Procura-se um amor que sorria ao me ver, que morda os lábios sempre que me abraçar.

Procura-se um amor que aceite pequenos defeitinhos como não ser capaz de achar nada, deixar a porta aberta sempre que passar e só tomar sopa passada no liquidificador.

Procura-se um amor que ralhe comigo quando houver exagero, mas que se delicie comigo de vez em quando com uma barra de chocolate com castanha de caju e uma compota de doce de cupuaçu.

Procure-se um amor extravagante nas suas formas de amar, que invente a cada gesto uma forma de mostrar o quando significo em sua vida.

Procura-se um amor com anomalia genética: que não tenha em seu DNA o gene da indiferença, cruel e dispensável.

Procura-se um amor disposto a uma entrega total, mesmo que isso às vezes pareça sufocar. Um ou outro. Beijo também sufoca.

Procura-se um amor que tenha sonhos, para que se possa sonhar juntos, que lute por causas, para que um possa carregar as flechas do arco do outro em suas batalhas. Mas procura-se um amor que tenha como sonho maior nosso futuro e como causa maior o nosso presente, o amor que nos une. E disso não abra mão.

Procura-se um amor que não tenha receio de encharcar-se ao enxugar as lágrimas de dor que eventualmente caiam sobre sua roupa, estragando-as; procura-se um amor que saiba igualmente se esbaldar como criança em banho de cachoeira com as lágrimas das vitórias compartilhadas.

Procura-se um amor que esqueça a razão e jure, de pés juntos e sem figuinha, que será para sempre, mesmo sabendo racionalmente que “o pra sempre sempre acaba”.

Procura-se um amor que goste de Coca-light, com gelo e limão. De pimenta murupi. De tambaqui ao molho de camarão. De sorvete branco do Select. De tacacá da banca do Wande. De Pizza de pimenta. E que seja capaz de rir do day after.

Procura-se um amor que goste de verduras, para que possa receber em seu prato as que vierem para o meu.

Procura-se um amor que suporte saber tudo de mim, inclusive minhas fraquezas mais fracas. E que um dia não use essa informação contra mim.

Procura-se um amor que me faça queimar a pasta de planos alternativos para a vida, que seja capaz de me convencer de que não preciso mais dela.

Procura-se um amor que seja honesto e sincero, o que é uma redundância, pois todo amor verdadeiro o é.

Procura-se um amor que saiba ser menina, que saiba dengar. Procura-se um amor que saiba ser mulher entre as quatro paredes, amando sem medida, suando, gritando, gozando verdadeiramente com sua alma.

Procura-se um amor que não se sinta menor ou diminuído por cuidar de mim. Pois eu também vou cuidar desse amor.

Procura-se um amor que se orgulhe de minhas vitórias e saiba que a recíproca será sempre verdadeira; Que esteja lá, mesmo em silêncio, nas minhas derrotas, com uma mão em meu ombro e outro a me fazer cafuné.

Procura-se um amor que tenha ombro e colo, preferencialmente macios e aconchegantes, onde eu possa pousar minha cabeça e sonhar nossos sonhos ou simplesmente calar minha dor até adormecer.

Procura-se um amor que saiba que amar é mais do simplesmente dar as mãos. Que amar é dar as vidas, incondicionalmente, com todos os riscos.

Procura-se um amor que marque minhas consultas e vá comigo para ajudar na sempre chata sala de espera. E na saída pergunte, preocupado, o que o médico disse.

Procura-se um amor que me leve no aeroporto, que me ‘panhe’ lá também. E que, mesmo quando a distância da viagem for infinita, não tire do coração o perfume que ficou no abraço da despedida, um amor que vibre com o reencontro como se fosse o primeiro.

Procura-se um amor que não minta, que não me faça sentir bobo (a não ser de amor), não diante dos outros, mas diante de si próprio, numa situação patética de amor desperdiçado num mundo carente de afeto.

Procura-se um amor que goste de eu comer seu nariz, num gesto imaginário de incorporação de sua carne à minha própria de tanto amor.

Procura-se um amor que saiba qual meu prato predileto, que saiba que eu odeio alcaparras e cebolas, que saiba que comeria bife-arroz-farofa todos os dias.

Procura-se um amor que goste de cachorro. Não precisa nem ter um, mas que goste. Não gostar de cachorro é sintoma de uma carência fundamental.

Procura-se um amor que acredite em mim. Mais importante: que acredite em si. Pois assim podemos, como diz Rubem Alves, jogar frescobol e não tênis, fazer a bolinha chegar ao outro e não buscar tirá-lo da jogada.

Procura-se um amor bom de coração como meu pai e decidido como minha irmã. Mas pouco impetuoso. Os impetuosos põem tudo a perder. Inclusive um grande amor.

Procura-se um amor que possa ser, comigo, alvo de frases como: “que casal lindo e feliz”, sem que o tom da frase seja de inveja, mas sim de uma melodia harmoniosa de admiração.

Procura-se um amor que saiba limpar meus óculos enquanto dirijo, para que eu possa ver melhor para onde estamos indo. Que segure os mapas em nossas viagens para que eu não me perca nas difíceis vias da vida.

Procura-se um amor e ele pode ser surdo, pois serei sua audição; ele pode ser cego, pois o conduzirei com segurança na falta de luz; esse amor pode ser inclusive mudo, pois gritarei por ele a todo momento.

Procura-se um amor romântico, que adore Mariah Carey e Michael Bolton, que odeie o Bonde do Tigrão, mas saiba, de repente, dançá-lo numa noite louca, regada à licor de chocolate.

Procura-se um amor que me faça rir com seus comentários e que possa entender meu riso como admiração pela genialidade e não desprezo por sua opinião inusitada.

Procura-se um amor que saiba não brigar com meu computador, pois ao fazer isso reduz-se a uma máquina.

Procura-se um amor que cuide de plantas, pois sou muito incompetente para fazê-lo e muito carente de verde ao meu redor para dispensá-las.

Procura-se um amor que tenha seu computador e que me chame para consertá-lo, instalar uma placa, colocar um programa. Que una sua necessidade a meu prazer e vice-versa. Que me peça para tirar um vírus. Seja do computador, seja de sua vida.

Procura-se um amor que negocie nossas coisas, nossas compras. Eu não sei.

Procura-se um amor que não me chame pelo meu nome. Nunca. Que me chame carinhosamente por um apelido tão nosso que os outros passem a me chamar assim também. Que me dê identidade sem tirar a minha, como os retalhos num manto de arlequim.

Procura-se um amor que não erre. E se errar, que reconheça. E que se reconhecer, que reaja.

Procura-se um amor que goste de tomar água de coco no final da tarde, vendo o sol se pôr. Que goste de vagar de carro pela cidade, sem rumo.

Procura-se um amor que converse comigo por olhar, por suspiro, por silêncio.

Procura-se um amor para quem eu possa dar a última almôndega do meu prato se ambos ainda estivermos com fome.

Procura-se um amor que me convença da inutilidade de classificados.

Procura-se um amor, enfim, que não saiba cuidar de mim quando eu estiver ferido de morte por ele. Pois se chegar a tal ponto, eu não o quero de início.

Procura-se um amor assim. Pode ser um pouquinho diferente. Aceitam-se contra-propostas.

Gentileza, caso haja interesse, procurar no fundo do poço mais escuro da terra. Não precisa marcar hora. Há até uma certa urgência.”

Autor: Sérgio Augusto Freire de Souza

♥ Monte Castelo ♥

Postado por Jaqueline Amorim | 14:01 | 4 comentários »

Monte Castelo

Legião Urbana

Composição: Renato Russo (recortes do Apóstolo Paulo e de Camões).

Ainda que eu falasse
A língua dos homens
E falasse a língua do anjos
Sem amor, eu nada seria...

É só o amor, é só o amor
Que conhece o que é verdade
O amor é bom, não quer o mal
Não sente inveja
Ou se envaidece...

O amor é o fogo
Que arde sem se ver
É ferida que dói
E não se sente
É um contentamento
Descontente
É dor que desatina sem doer...

Ainda que eu falasse
A língua dos homens
E falasse a língua dos anjos
Sem amor, eu nada seria...

É um não querer
Mais que bem querer
É solitário andar
Por entre a gente
É um não contentar-se
De contente
É cuidar que se ganha
Em se perder...

É um estar-se preso
Por vontade
É servir a quem vence
O vencedor
É um ter com quem nos mata
A lealdade
Tão contrário a si
É o mesmo amor...

Estou acordado
E todos dormem, todos dormem
Todos dormem
Agora vejo em parte
Mas então veremos face a face
É só o amor, é só o amor
Que conhece o que é verdade...

Ainda que eu falasse
A língua dos homens
E falasse a língua do anjos
Sem amor, eu nada seria...

►Solidão não é a falta de gente para conversar, namorar, passear ou fazer amor...isto é carência.

►Solidão não é o sentimento que experimentamos pela ausência de entes queridos que não podem mais voltar...isto é saudade.

►Solidão não é o retiro voluntário que a gente se impõe as vezes, para realinhar os pensamentos...isto é equilíbrio.

►Tampouco é o claustro involuntário que o destino nos impõe compulsoriamente, para que revejamos nossa vida...isto é um princípio da natureza.

►Solidão não é o vazio de gente ao nosso lado...isto é circunstância.

► Solidão é muito mais do que isto...Solidão é quando nos perdemos de nós mesmos e procuramos em vão pela nossa alma!!!

(autor desconhecido)

♦ Promessas para 2008!!!! ♦

Postado por Jaqueline Amorim | 15:30 | 0 comentários »

Pois é... Toda vez que o ano vira nós entramos no novo ano cheio de promessas para serem cumpridas... Algumas nem recordamos no dia seguinte, outras até conseguimos cumprir mas acredito mesmo que isso já virou um ritual a ser seguido... Estabelecemos novos rumos e para não ficar fora deste modismo eterno , estabeleci eu também minhas próprias metas... Espero conseguir cumprir todas elas, rsrsrssrsrsrs... Então lá vai:

♦ Só vou dar a valor a quem me valorizar;
♦ Vou voltar a estudar, fazer algo produtivo que não seja só trabalho,
♦ Quem sabe um curso de inglês e/ou francês;
♦ Trabalhar mais e mais sem dúvida;
♦ Vou continuar dedicada aos desígnios de Deus em minha vida;
♦ Vou continuar fugindo dos vícios destrutivos tais como bebida e cigarro (eca);
♦ Vou continuar valorizando aos meus verdadeiros amigos;
♦ Vou orar pelos que de alguma forma e por algum motivo não me querem bem;
♦ Vou tentar ser mais paciênte e menos explosiva (acho que isso ñ vou conseguir, rsrsrsrs);
♦ Correr atrás de todos os meus objetivos e;
♦ Vou continuar malhando é claro (ps: quero também entrar na dança do ventre, rsrsrsrs).

Bom, esta é a minha listinha de metas...Vou teantar cumpri-las enquanto espero chegar, com a Graça de Deus, em 2009!!!!

É isso: Feliz ano novo!!!!!